Mural

 

Comunicamos que o Dr. Luiz Antônio Bailão é o mais novo integrante do corpo docente do CPU - Curso Prático em Ultrassonografia.

Existe um amplo reconhecimento do histórico e da trajetória do Dr. Bailão pelos profissionais da área de diagnóstico por imagem.

Durante vários anos, foi professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, na área de Ginecologia e Obstetrícia, com Mestrado e Doutorado pela mesma instituição.

Exerce a medicina há 46 anos, iniciou suas atividades na ultrassonografia há 42 anos e foi um dos fundadores do Diagnosis - Centro de Diagnósticos em Medicina em 1977.

Foi o pioneiro em cursos de ultrassonografia para médicos em 1981, no Diagnosis em Ribeirão Preto – SP, ministrando cursos durante 30 anos (1981a 2011).

Nestes mais de 40 anos de ensino, participou de centenas de congressos e simpósios no Brasil e no mundo, escreveu livros de ultrassonografia, publicou inúmeros trabalhos em revistas e outras publicações na área de ultrassonografia.

Desde 2012, ministra cursos de pós-graduação lato sensu em ultrassonografia em todo o Brasil.

Sem dúvida, o Dr. Bailão vem escrevendo o seu nome na medicina e na ultrassonografia brasileira.

É com muita satisfação que comunicamos a entrada deste grande médico no corpo docente do CPU que, junto aos demais docentes, garantirá brilhantemente a eficiência no ensino da técnica ultrassonográfica.

Seja bem vindo Dr. Bailão.

Cesar Roberto Camargo
Diretor
CPU - Curso Prático em Ultrassonografia

Desde o início das atividades do CPU – Curso Prático em Ultrassonografia, os médicos interessados em se habilitar para a realização de exames ultrassonográficos, solicitam informações de como se tornarem especialistas na área. Este esclarecimento é muito importante para dirimir de uma vez por todas as dúvidas sobre a atuação na área de ultrassonografia.

É bom lembrar que o Título de Especialista é conferido somente aos médicos radiologistas que concluíram suas residências médicas na área de Radiologia e Diagnóstico por Imagem e que passaram pelas avaliações das provas de suficiência ministradas pela instituição responsável pelas normativas e aplicação das provas, que é o CBR – Colégio Brasileiro de Radiologia.
Os médicos não radiologistas, de quaisquer outras especialidades podem também exercer a ultrassonografia, pois trata-se de um ato médico e como tal, pode ser exercido por qualquer médico registrado nos conselhos regionais de medicina. Porém, estes médicos não têm como conseguir um Título de Especialista como aquele dos radiologistas. Para obter o reconhecimento similar ao Título de Especialista dos radiologistas, o caminho a seguir é o seguinte:
1. Aprender a técnica ultrassonográfica em cursos privados.
2. Praticar a ultrassonografia durante 4 anos comprovados.
3. Obter uma carta de apresentação de dois Membros Titulares do CBR.
4. Inscrever-se na Prova de Suficiência de Ultrassonografia (teórica), aplicada pelo CBR.
5. Aprovado na prova teórica, o médico será convocado para uma prova prática em outro dia e local, na qual será avaliado.
6. Aprovado na prova prática, obterá do CBR um certificado.
7. Com este certificado poderá reivindicar a Habilitação em Ultrassonografia na AMB – Associação Médica Brasileira.

Com esta habilitação o médico estará apto a exercer a ultrassonografia como um especialista. É importante frisar que o CBR – Colégio Brasileiro de Radiologia é o único órgão habilitado para ministrar estas provas de suficiência. Para acessar as Normativas da Prova de Suficiência em Ultrassonografia, entre no site do CBR: www.cbr.org.br.